quinta-feira, dezembro 09, 2010

Vencer é possível


Estava estes dias pensando sobre a vida do Apostolo Paulo. Pensando sobre suas decisões. 

Hoje eu sou uma pessoa que pensa em não se casar, embora já tenha tentado viver um grande amor várias vezes. Mas agora, após algumas tentativas fracassadas, perdi a coragem de continuar a tentar e resolvi, por isso, não mais tentar. E minha perspectiva é seguir fielmente a Cristo, já que não tenho mais planos para dividir com alguém que esteja ao meu lado. A vida continua, mas acho que uma pessoa se ocupa muito quando tem “alguém” ao lado. 

Então pensei que é fácil você seguir por um caminho quando já fez várias tentativas fracassadas. É como você lembrasse de um caminho de percurso (vou até o supermercado), mas você lembra de um caminho  que já não existe mais, e então você só se lembra que o caminho mudou depois que está lá. E então finalmente você começa a forçar sua memória para fazer o novo caminho.

E foi isto mesmo que eu pensei.. Assim é fácil, você já provou, já tentou, só está escolhendo outro caminho porque sabe que aquele primeiro não é mais o correto. Você está fazendo um caminho alternativo e não uma rota objetiva. E sabe, isto é a mais pura verdade. 

Foi então que eu pensei que Deus nos fez em nossa natureza de querer ter alguém ao nosso lado e constituirmos família, que é o nosso natural ir pelo caminho do “relacionamento amoroso”. Mas, será que é fácil, mesmo tendo isto dentro de você, abdicar de uma vida que você já conhece e até deseja, por uma que será mais difícil.

E foi então que me lembrei do Apostolo Paulo que, mesmo tendo toda a vida que queria largou tudo para seguir a Cristo. 

Ele viveu em um período da história em que era muito difícil seguir a Cristo, ele era um cara com estudos, reconhecido pela sociedade, tinha uma família distinta, dinheiro e poderia ter qualquer mulher que quisesse o tempo que quisesse. E ele já vivia antes desta forma. Mas quando ele teve um encontro com Cristo ele escolheu viver de outra forma. Enfrentar toda a sociedade julgando, falando mal de você pelas costas, do homem de status. 

Ele foi valente em sua escolha e a conferiu até o fim. Ele venceu: “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda” 2 Tm 4.7,
Ele foi fiel até o fim em sua decisão por escolha própria e confesso que talvez por isto ele tenha vencido. Não foi nada imposto, mas por vontade própria.

Ele não foi pela dor, foi pelo amor. Mas ambos os casos é possível. 

E Paulo mostrou que é possível.. “Jesus disse: Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-me”. Sim, é possível. E se Paulo conquistou tudo isto em um tempo “n” vezes mais difícil que o nosso, porque não podemos?

Podemos sim, Deus é maior do que todas as nossas fraquezas e dificuldades. Ele nos fará passar por tudo, mesmo pela pior dor ele nos sustentará com suas mãos e nelas teremos tranquilidade. O Senhor é capaz de fazer tudo para o bem daqueles que O amam. 

Vencer é possível.

Um comentário:

José María Souza Costa disse...

Passei aqui lendo. Vim lhe desejar um Tempo agradável, Harmonioso e com Sabedoria. Nenhuma pessoa indicou-me ou chamou-me aqui. Gostei do que vi e li. Por isso, estou lhe convidando a visitar o meu blog. Muito Simplório por sinal. Mas, dinâmico e autêntico. E se possivel, seguirmos juntos por eles. Estarei lá, muito grato esperando por você. Um abraço e fique com DEUS.

http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

Related Posts with Thumbnails